Área do Cliente

Utilize este formulário para acessar a ferramenta
cadastrar/editar produtos e informações da empresa

Para acessar sua conta, utilize uma das opções ao lado.

Caso ainda não tenha uma conta em nosso site,
cadastre-se aqui ou entre em contato conosco.

Login - Administrador

Digite o usuário principal
O usuário automáticamente é autenticado junto a ACIPI - Piracicaba.
Digite a senha cadastrada na ferramenta
A Senha é fornecida por email pela ACIPI - Piracicaba.

Palestra sobre situação e perspectiva da economia nacional Piracicaba - SP -18/04/2019

Com o tema “Para onde vai nossa economia e como podemos nos preparar?”, a Acipi realizou na última terça-feira, 16 de abril, a palestra ministrada pelo economista Silvio Campos Neto com a presença de 150 pessoas no auditório da entidade.
 
Na ocasião, o presidente da Associação, Luiz Carlos Furtuoso, ressaltou que o empreendedor tem de se inteirar para que possa conduzir seus negócios. “É muito importante ter visão e conteúdo, sejam alternativas ou tendências, pois, a partir delas, o empresário consegue se planejar melhor para o que vem pela frente, enfrentando as dificuldades e aproveitando os momentos de bonança que esperamos”, disse.
 
Também presente, o diretor da Acipi Escola de Negócios, Thiago Salgado, se pronunciou enfatizando o papel da entidade. “O objetivo é trazer para Piracicaba profissionais com temas importantes que possam ajudar os empresários com os seus negócios, para compartilhar o que estão observando e o que esperar frente a cada contexto”, apontou.
 
O viés social também foi destacado no evento que teve renda revertida a causas sociais atuantes na cidade. Serão beneficiados com o valor arrecadado na palestra, a Casa do Bom Menino e o Centro de Reabilitação de Piracicaba.
 
ANÁLISES E PERSPECTIVAS
Durante a palestra, Campos enfatizou os pontos positivos do país, como a existência de um mercado interno robusto, a alta competitividade no agronegócio e na indústria extrativa, o sistema financeiro sólido, elevado nível de reservas internacionais e instituições democráticas sólidas (como, por exemplo, os veículos de comunicação, a sociedade reativa à inflação, o Ministério Público, o Tribunal de Contas da União, Polícia Federal, judiciário independente e as demais instituições que fortalecem a democracia), fatores importantes que contribuem com um horizonte mais positivo. 
 
Somado a isso, de acordo com o economista, o cenário internacional, ainda que desafiador, não se mostra preocupante, mesmo com a atual situação de parceiros comerciais importantes como a China, que está em gradual processo de desaceleração, e a Argentina, em forte recessão, pois, por outro lado, as taxas de juros se mantêm baixas por todos os principais mercados (americano, europeu e japonês), mantendo o cenário estável para o país.
 
Ainda, conforme a apresentação de Campos, o mercado interno aponta problemas. Segundo ele, o destaque e principal vulnerabilidade está na situação crítica das finanças públicas nas três esferas de governo: municipal, estadual e federal, o endividamento de empresas, setores-chaves como o da construção e o, recorrente, risco político.
 
Dada essa situação, o palestrante frisou a importância da aprovação da Reforma da Previdência, o que daria continuidade a uma série de reformas estruturais já iniciadas (Reforma Trabalhista, Lei de Terceirização, Lei de Estatais, Teto de gastos, Taxa de Longo Prazo) e que, de acordo com ele, traria condições para uma retomada positiva da economia nacional, pois traria projeção de estabilização e queda futura da situação fiscal interna.
 
“A agenda reformista é fundamental. O Brasil negligenciou essa agenda por muitos anos e agora a está destravando. Mas, para que essa agenda tenha sequência com medidas, realmente, importantes, o mundo político tem que dar a sua contribuição. O governo tem que conseguir alcançar o mínimo de consenso junto ao Congresso de que reformas, como a da previdência e a tributária, são fundamentais para o futuro da economia”, apontou o economista.
 
Conforme as projeções da Tendências Consultoria Integrada apresentadas, tendo em vista a aprovação das reformas, o PIB (Produto Interno Bruto) nacional deve evoluir de forma moderada, crescendo 2% em 2019 e com mais força em 2020 (2,6%) e 2021 (2,7%), assim com a situação fiscal deve passar a se estabilizar e entrar em declínio até o final da próxima década.
 
Ao final da exposição, a empresária, Carolina Bianchim, da Padaria Di Pappi, ponderou sobre a palestra. “O palestrante trouxe bastante informação relevante e tudo que foi apresentado faz com que a gente tenha mais fundamento para tomar as decisões do dia a dia da empresa. Há uma perspectiva de melhora um pouco lenta, depende muito de fator político, infelizmente, mas acredito que a tendência, para os próximos anos, é de melhora”.
 
Serviço - A palestra foi realizada pela Acipi Escola de Negócios com o patrocínio da Sicoob Cocre, Unimed Piracicaba, Payly e Uniodonto.
 

[15/05/2019] - Curso Liderança 4.0 com inscrições abertas

[14/05/2019] - Acipi sorteia prêmios da promoção ‘Mamãe Incrível’

[09/05/2019] - 13º Congresso Empresarial Acipi: “Inovação e Propósito”

[08/05/2019] - Prazo para renovação de descontos educacionais - Unimep

[03/05/2019] - Horário especial de Dia das Mães

[30/04/2019] - Comércio fecha em 1° de maio

[23/04/2019] - Mais de 400 empresas aderem à campanha “Acipi Incrível”

[22/04/2019] - Acipi promove curso sobre telemarketing

[18/04/2019] - Palestra sobre situação e perspectiva da economia nacional

[18/04/2019] - Inadimplência de Piracicaba recua 4,5% em um ano

Política da Qualidade
“A ACIPI – Associação Comercial e Industrial de Piracicaba, compromete-se em:
- promover o fortalecimento do comércio, indústria e serviços;
- representar os interesses da classe e das partes interessadas;
- atingir os objetivos da entidade, com base no direcionamento estratégico;
- buscar a satisfação e o desenvolvimento dos associados, fornecendo conhecimento e tecnologia;
- melhorar continuamente nossos produtos e serviços, por meio do aperfeiçoamento dos colaboradores, processos e do sistema de gestão da qualidade”.

Escopo da Certificação
Representação dos associados, incentivo ao desenvolvimento na prestação de serviços, por meio da realização de cursos, palestras, treinamentos, gestão de crédito, locação de salas e auditório, convênios na área de saúde, educação e financeira, assessoria empresarial, programa de benefícios e eventos empresariais de interesse coletivo dos associados.

http://www.sgs.com/certifiedclients
desenvolvido pela TBrWeb